sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Estádio Arena Corinthians , Setembro 2013

Aos Irmãos Corinthianos no Japáo .


A

Arena Corinthians que a Odebrecht Infraestrutura constrói em Itaquera, bairro na zona leste da cidade de São Paulo, sediará a abertura da Copa do Mundo 2014 no Brasil. Com capacidade para 48 mil lugares (na Copa serão 68 mil, graças à colocação de mais 20 mil assentos removíveis), o estádio próprio é a concretização de um sonho antigo do Clube.

Odebrecht e Corinthians iniciaram em 2004 os primeiros contatos para a construção, mas só em 2010, como parte das comemorações do centenário corintiano, foi firmado um primeiro acordo entre as duas partes.

Orçado em R$ 820 milhões, o empreendimento foi iniciado em 30 de maio de 2011 e será entregue em dezembro de 2013. O projeto arquitetônico da futura Arena Corinthians é de autoria do escritório Coutinho, Diegues, Cordeiro Arquitetos, do Rio de Janeiro.

Na abertura da Copa está prevista a participação de Chefes de Estado, representando os 32 países que irão disputar a Copa competição. Outro destaque será a presença de cerca de 4.500 jornalistas de todo o mundo.

A obra já empregou, no pico dos trabalhos, em novembro de 2012, cerca de 2.350 trabalhadores. Uma parte desse efetivo foi formada pelo Programa de Qualificação Profissional Continuada, também conhecido como Programa Acreditar, que formou 300 pessoas. Desse total, 115 trabalharam ou ainda trabalham nas obras da arena.

Em 2012, a obra da Arena Corinthians recebeu da Organização Odebrecht o Prêmio Destaque, na categoria Reutilização do Conhecimento. Foram apresentadas 36 ações desenvolvidas na obra, com destaque para o Caia na Rede e o Programa Acreditar, que resultaram em alto índice de satisfação dos integrantes, evitaram paralisações por greve e elevaram a produtividade no canteiro.

Segundo estudo realizado pela consultoria Accenture, o evento Copa do Mundo 2014, em São Paulo, terá o impacto econômico de R$ 30 bilhões ao longo de 10 anos, em especial na zona leste, a mais populosa da cidade e carente de infraestrutura e investimentos.

 “A Arena será um dos indutores de um processo que irá elevar a qualidade de vida da população da região, pois vai estimular investimentos em obras de mobilidade, a instalação de instituições de ensino e empresas e a consequente geração de oportunidades de trabalho”, argumenta Benedicto Junior, presidente da Odebrecht Infraestrutura.

4 comentários:

  1. Leio seus comentários no blog do Guga (estadão) e fico me perguntando...mas isso tbm não usa o dinheiro do BNDES, não tem dedo PTista ali? E se fosse pra reformar ou construir estádio pro qq outro clube? Esse parece ser mais um caso de bi-polaridade.

    ResponderExcluir
  2. Arena Corinthians usa dinheiro do BNDES sim , faz uso de incentivos fiscais para a Zona Leste de São Paulo , sim , .

    O empréstimo , contraido dentro da lei vai ser pago , de acordo com o contrato de financiamento , e os incentivos são estendidos inclusive a você caso queira investir na zona leste.

    Agóra financiar porto em Cuba , contratos secretos.

    Agora financiamentos para Obras em Angola , contratos secretos.

    Agóra financiar certos projétos no Zimbabwe , antiga Rodésia , Cabo Verde , Bolivia etc , é bem diferente , tanto que jamais li uma critica sua a estes "INVESTIMENTOS" , certamente porque assim como a maioria do povo brasileiro os desconhecem .

    Vão dar tratores para agricultores do Zimbabwe , e os nóssos irmãos , agricultores pobres , não apenas do nordeste mas de todo Brasil , como ficam ? .

    Esta gestão temerária do BNDES tem alguma coisa a ver com Socialismo , comunismo , leninismo-maxismo etc ? .

    Garanto a Vôce , tem mais vigilancia na óbra do Corinthians do que no Palacio do Planalto , onde a flagrante de sem-vergonhice acontece lá dentro , basta ler o Estadão de ontem , de hoje e certamente o de amanhã .

    Agóra certamente Vossa Senhoria tem a resposta para esta sua frase , "Esse parece ser mais um caso de bi-polaridade." , ou seja mais explicito .

    ResponderExcluir
  3. Ok, concordo com absolutamente tudo, mas tudo mesmo, pq tbm não suporto a forma do PT (des)governar. Porém acho, ou chame de ponto de vista, opinião mesmo e só...que se esse dinheiro, que vai pro estádio corintiano, fosse aplicado em qq outro estádio se não haveria crítica, ou melhor ainda se haveria dinheiro de BNDES em algum outro estádio em SP? Pq na minha opinião dinheiro do BNDES não é pra ser usado em estádios, seja lá de que time for...é isso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A questão da Arena Corinthians , é um caso a parte que não pode ser englobada em outras obras da Copa , existe a linha de crédito , legal , e vai ser paga.

      Quanto aos outros estádios , que foram construidos ou reformados garanto que nem retorno financeiro haverá , como o estádio de Brasília.

      Portanto você tem razão sim em muitas partes do seu pensamento.

      Agora cabe a todos estarem vigilantes , porque ladrão e mosquito não faltam no Brasil.

      Excluir